A redação do ENEM sempre causa certo medo nos participantes da prova. E não é à toa.

Valendo 1.000 pontos, esta é uma das matérias do ENEM que tem grande peso na média final desse exame.

Acontece que, diferentemente do que muitos estudantes imaginam, estudar para a redação não é só escrever sobre qualquer coisa.

É possível sim se preparar bem para essa etapa e não ser pego de surpresa na redação do ENEM.

A prova já tem um histórico de temas que são mais abordados. Geralmente, eles estão relacionados a atualidade ou sobre algum debate que está em alta.

Em 2017, por exemplo a temática escolhida foi “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”.

O tema estava diretamente ligado às discussões de acessibilidade que o país vive.

Inclusive, um dos textos motivadores usados falava justamente da quantidade de alunos surdos dentro do ensino de educação básica, de 2010 a 2016.

Ou seja, um ponto fundamental para não ter surpresas na redação do ENEM é preciso ficar antenado nos assuntos do momento.

O ENEM tem esse histórico de questões sempre voltadas para a atualidade. Como se manter antenado?

A redação do ENEM tem um longo histórico de temas que envolvem questões da atualidade.

Só para você ter uma ideia, de 1998 até a última edição desse exame, segundo o Guia do Estudante, a banca examinadora têm abordado principalmente temáticas ligadas à sociedade brasileira, visando promover a reflexão entre os estudantes.

Sendo assim, para não se perder na redação e tirar uma boa nota no ENEM, separamos nesse post alguns assuntos que são mais abordados nesse exame.

Confira:

Crise Política

A crise política é um assunto que pode sempre cair na redação do ENEM.

Nos últimos anos o Brasil tem presenciado uma série de escândalos envolvendo o cenário político, o que faz desse tema e suas variáveis uma opção provável.

Além disso, como estamos em ano de eleição, essa temática se torna ainda mais forte.

Por isso, além de ficar de olho nos telejornais, o ideal é acompanhar os debates e mais informações sobre o cenário político em geral.

A Guerra na Síria

Os conflitos internacionais também são assuntos comuns nesse exame.

A Síria continua sendo o principal país envolvido em guerras e conhecer desde a origem do conflito, até a situação atual é essencial, tendo em vista as consequências que esse tipo de conflito pode gerar para o mundo.

Documentários e jornais internacionais são boas fontes de estudos.

Além disso, também dê atenção a questão dos refugiados que também está em alta e é correlata a esse assunto.

Racismo e a Intolerância no Brasil e no Mundo

O racismo e a intolerância também já foram assuntos presentes na redação do ENEM.

Contudo, muito gente ainda se mostra despreparada em trabalhar com essa temática.

Em 2016, por exemplo, duas temáticas caíram na prova “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil” e “Caminhos para combater o racismo no Brasil”.

Nesse ano, apenas 77 estudantes tiveram a nota 1.000 na redação do ENEM.

Por isso, é necessário se preparar de diferentes maneiras, tanto acompanhando os noticiários, como até mesmo estudando as leis que envolvem o assunto, participando de grupos de minorias e conhecendo a voz dessas pessoas.

Privacidade na Internet

Desde o Marco Civil da internet esse é um assunto em alta.

De lá para cá vários eventos tem levantado o debate, como quando a Justiça brasileira pediu o bloqueio do WhatsApp alegando que o aplicativo não estava liberando mensagens que poderiam servir de provas em processos de crimes.

Vale à pena pesquisar mais a fundo o que o Marco Civil determinou e também, as ações que são feitas para punir pessoas que cometem crimes virtuais.

Além disso, pesquise sobre exposição, distorção de imagem e como a privacidade funciona na internet, como os limites funcionam.

Energia e Sustentabilidade

Outro tema em alta é a questão da energia e sustentabilidade.

Não só por conta dos impactos ambientais que o Brasil tem enfrentado mas também por conta das eleições, tendo em vista que são poucos os candidatos que dedicam parte de seus planos de governo a esse assunto.

É preciso ficar ligado não só nas inovações, como nas questões que têm afetado a população diretamente (devastação, falta de abastecimento, aumento do custo da energia entre outros assuntos).

DICA DE OURO: Dê uma olhada nos assuntos que já foram tratados anteriormente na redação do ENEM e leia algumas redações além de escrever algumas!

Acompanhe os movimentos sociais e as principais notícias, sempre buscando várias fontes de informação, confiáveis.

Assim, você estará sempre por dentro do que está rolando no país e pode, inclusive, treinar alguns textos.

Vestibular: como estudar?