No decorrer da nossa vida, há algumas etapas bem estressantes em todas as fases.

Na adolescência, sem dúvida o vestibular é um dos períodos mais críticos, e por vários motivos: o primeiro deles é porque, mesmo com tão pouca idade e experiência, teremos que escolher nossa profissão.

Depois, porque passamos por um teste de aptidão intelectual, um dos mais importantes da nossa vida, no qual teremos que testar tudo o que aprendemos até aqui.

Ainda, a concorrência é bastante grande e teremos que ser melhor que muitos para garantir uma vaga em uma boa universidade.

E, por fim, porque há pressão da escola, dos pais, dos familiares, dos amigos para que se tenha sucesso, isso sem não contarmos com a nossa autocrítica.

O adolescente ainda está passando por um momento de fragilidade, potencializado por mudanças físicas, psicológicas, sociais e culturais, conforme apontou o estudo “Coping e Saúde mental de adolescentes vestibulandos”, realizado pela PUC – GO.

Se você é vestibulando, leu este artigo até aqui e ainda não teve vontade de explodir, parabéns! Sabemos que você tem um ponto forte, que é o autocontrole.

Mas se você pensou em tudo isso com desespero, então continue lendo este artigo! Separamos algumas dicas para que você passe por essa fase da forma mais tranquila que conseguir.

Culpa e tentações

Um dos sentimentos ruins que podem tomar conta de você nesse processo é a culpa.

Afinal, ao longo do dia, principalmente se você estuda em casa, são muitas tentações: internet, TV, geladeira, conversas…aí por diante.

Se você é uma pessoa que se rende fácil, vai chegar ao fim do dia com a sensação de que não fez nada.

Por isso é legal saber que alguns minutos de descontração são bem favoráveis ao rendimento. Estudos apontam que, se você utiliza 20% do seu tempo útil para fazer o que quiser, seu rendimento é 50% maior.

Mas, se essas distrações estão passando de 20% e realmente te atrapalhando, é hora de tentar equilibrar as coisas.

Para isso, a melhor forma é organizar seu tempo. Faça um cronograma flexível, siga-o e pare de se sentir culpado.

Fale com seus amigos que estão passando pela mesma fase

Outra dica valiosa para aliviar o estresse e não se sentir sozinho nessa etapa tão difícil é conversar com as pessoas que estão passando pelo mesmo momento que você.

Pode ser os amigos da escola e de cursinho, mas se não se identifica com eles pode procurar algum grupo na internet.

Através deles, você pode desabafar sobre os momentos mais difíceis, trocar ideias e conversar, porque o diálogo é um dos meios mais eficazes para combater a ansiedade.

Procure acompanhamento pedagógico

Se a sua escola disponibiliza de pedagogos, procure a ajuda desses profissionais. Eles irão, além de ouvir seus anseios sobre essa fase, te ajudar a organizar uma rotina de estudos possível, indicando bons livros e metodologias. Isso vai te ajudar, e muito, a manter o foco e a tranquilidade.

Cuide da sua saúde

As recomendações médicas mais básicas são também uma indicação para quem está passando por momentos de estresse emocional: tenha uma alimentação balanceada, pratique atividades físicas, durma bem e tenha momentos de lazer.

Priorizar a rotina de estudos pode ser preponderante, mas é preciso que a vida, de um modo geral, continue a fluir.

E, não se esqueça, se optar pela FADEP como sua instituição de ensino, aqui nós temos um núcleo que cuida da saúde mental dos nossos egressos. Conte com a gente!

Vestibular: como estudar?